Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta 2017. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta 2017. Classificar por data Mostrar todas as postagens

GUAMARÉ: GESTÃO-2017 2020 PREFEITO HÉLIO DE MUNDINHO: VICE PREFEITO IRACEMA.

VEREADORES:
01-Eudes de Mundinho 
02-Gustavo Santiago
03-Eliane de Edinho
04-Lisete
05-Edinor
06-Lula
07-Francisca do Camarão
08-Diva Araújo
09-Carlos Câmara
-----------------------------------------------------------
TOUROS: GESTÃO=2017 2020   PREFEITO ASSIS DO HOSPITAL:  VICE PREFEITO FLAVIO.

VEREADORES:
01-Felipe França
02-Tiago Farias
03-Francisco Vieira
04-Tete de Cajueiro
05-Diego França
06-Assis de Santa Luzia
07-Pedro de Cajueiro
08-Fernanda Rocha
09-Dr. Joab
10Professora Bel
11-Paulinho de Carnaubinha
12-Priscila
13-Nene de Santa Luzia

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
CAIÇARA DO NORTE: GESTÃO=2017 2020 PREFEITO AMARILDO FILHO:  VICE PREFEITO JUNIOR.

VEREADORES:
01-ERIVELTO
02-EDINHO DE EDUARDO
03-EMILSON
04-EDUARDINHO
05-PROFESSOR DÃO
06-JOAOZINHO
07-ALCIDES
08-NILDINHO DE LALA
09-JANAILTON DE VENAR
-----------------------------------------------------------------------------------------
GALINHOS: GESTÃO=2017 2020 PREFEITO FABIO ARAÚJO: VICE PREFEITO AFRÂNIO CAVALCANTE.

VEREADORES:
01-Marcio de Lucas
02-Wilker
03-Joabe de Paquete
04-Irmão Naldo
05-Robério
06-Nino
07-Rozelia
08-Pindô
09-Alexandre
-----------------------------------------------------------------------------------------
RIO DO FOGO: GESTÃO=2017 2020 PREFEITO LAERTE PAIVA. VICE-PREFEITO GILMAR GOMES.

VEREADORES:
01-RAIMIUNDÃO
02-MARCIO DE CICI
03-HAGACI
04-WANDERLEIA FIRMINO
05-SAINT CLAIR
06-JUNIELSON FERREIRA
07-FRANCISQUINHO DO PEIXE
08-ANDERSON LEMOS
09-JOSI
-----------------------------------------------------------------------------------------
BARRA DE MAXARAGUAPE: GESTÃO=2017 2020 PREFEITO LUIZ BENTO. VICE-PREFEITO MARIA ERENIR.

VEREADORES:
01-Carla Lopes
02-Juca de Cici
03-Dra. Jarleane
04-Crizaldo
05-Evanio
06-Cadinho
07-Nequinho
08-Daya
09-Robson
-----------------------------------------------------------
MACAU: GESTÃO=2017 2020 PREFEITO TÚLIO LEMOS.  VICE-PREFEITO RODRIGO ALADIM.

VEREADORES:
01-Wilder
02-Ceicao de Negola
03-Dinarte
04-Oscar Paulino
05-Dr. Kekel
06-Marcos Cabral
07-Sargento Dantas
08-Pintinho
09-Carlinhos do Valadão
10-Ítalo Mendonça
11-Dyana Lira
12-Lampião
13-Cláudio Gia
-----------------------------------------------------------
PORTO DO MANGUE: GESTÃO=2017 2020 PREFEITO HIPOLITON MELO. VICE-PREFEITO MAGNUS DOMINGOS. 

VEREADORES:
01-Joaozinho
02-Junior Bola
03-Jailson Fernandes
04-Alciene de Helio
05-Aclecio Santana
06-Neguinho do Assentamento
07-Juscelino Gregorio
08-Helena Leandro
09-Jean de Mariazinha
-----------------------------------------------------------------------------------------
AREIA BRANCA: GESTÃO=2017 2020 PREFEITO IRANEIDE ROBOLÇAS. VICE-PREFEITO JOÃO PAULO.

VEREADORES:
01-Renan
02-Netinho Cunha
03-Aldo Dantas
04-Kinho de Beguinho
05-Antonio Carlos
06-Samuel Lemos
07-Duarte Junior
08-Waguinho Tavernard
09-Rebeca Melo
10-Manezinho do Mel
11-Alderi Batista

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O prefeito Hélio Miranda, está ciente e decidiu junto a sua assessoria jurídica atender a recomendação de n°. 113.2017.000220/2017, expedida pela 1ª. Promotoria de Justiça da Comarca de Macau/RN, a não realizar qualquer tipo de despesa que possua relação com CARNAVAL/2017. Em conformidade com a referida recomendação, informa que a proibição dos gastos com o CARNAVAL/2017 abrange contratação de artistas, serviços de som, montagens de estruturas, palco, tenda, banheiros, gerador, dentre outros relacionados ao evento. Guamaré foi incluída pelo o Governo do Estado, através do Decreto n°. 26.365/2016, com vigência até março de 2017. Na relação dos que estão em situação de emergência devido à seca.

O Ministério Público recomendou a prefeitura de Guamaré, para que a mesma se abstenha de efetuar qualquer despesa com o carnaval 2017, enquanto durar o decreto. Por fim, é de forma responsável e sensata que esta Administração decide pela não disponibilização de recursos públicos para o evento CARNAVAL/2017.

O governo irá priorizar como já vem sendo feito, os recursos em obras, serviços permanentes, urgentes e prioritários para a população. Hélio Willamy Miranda da Fonseca Prefeito Municipal.

O Carnaval de Macau 2017 deve contar com uma boa programação e atrair diversos tipos de turistas e moradores da região. Considerado pelo foliões norte riograndense como o “Melhor Carnaval do Rio Grande do Norte”, o Carnaval de Macau já é tradição no estado. O município fica a apenas 175 quilômetros da capital potiguar (Natal) e tem aproximadamente 34 mil habitantes.

A cidade é famosa por suas praias calmas e paradisíacas, mas durante folia momesca se agita e fica bastante movimentado, recebendo turistas de todos os lugares. Em todos os anos, o Carnaval de Macau apresenta diversos shows, trios elétricos, escolas de samba e muito frevo e até a inovação de 2017 o carnabrega que sairá no final dos trios elétricos com alguns nomes á confirmados como:

Bartô Galeno, Luis Almir, Papinha com festas que duram até a quarta-feira de cinzas. O “Mela-mela” é o arrastão mais tradicional da folia, em que trios elétricos puxam quilométricas multidões com muita alegria em pelo menos 4 dias de Carnaval. Tradicionalmente, cerca de 50 blocos percorrem seis quilômetros de percurso pelas ruas da cidade, enquanto tratores acompanham o público com galões cheios de melaço de cana.

O prefeito de Macau Túlio Lemos foi entrevistado em alguns veículos de comunicação na mídia do Rnnessa segunda feira (23) e na Tv Gazeta no programa Cartas na Mesa reafirmou que o carnaval de Macau será feito com a mesma estrutura dos anos anteriores com a diferença é que houve carnaval anteriormente que chegou a custar R$ 8.000,000,00 (oito milhões de reais), trio elétricos que era alugados por R$ 350,000,00 (trezentos e cinquenta mil reais ) agora custará R$ 100,000,00 (cem mil reais), bandas que custava R$ 30.000,00 agora será R$ 8.000,00 e comentou também que bandas que custava R$ 100.000,00 recebia R$ 20,000,00 e o restante era desviado segundo o prefeito Túlio Lemos, por isso muita gente implicado na operação Mascara Negra.

Para os que torcia contra o carnaval de Macau 2017 ou contra Macau, agora é realidade, de volta a Macau o prefeito vai se empenhar para concretizar a programação e quais ás grandes atrações irá compor a grade do Carnaval 2017 em Macau.
O governo federal anunciou o reajuste do salário mínimo de R$ 880 para R$ 937 em 2017. O novo valor passa a vigorar no dia 1º de janeiro de 2017. O presidente Michel Temer assinou um decreto nesta quinta-feira (29) prevendo o reajuste.

A medida deve ser publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (30) ou da próxima segunda-feira (2). Em nota divulgada no início da noite desta quinta-feira (29), o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão informa que o reajuste significa um aumento de R$ 38,6 bilhões da massa salarial em 2017. Esse valor representa 0,62% do Produto Interno Bruto (PIB) e, segundo o governo, terá “efeitos positivos na retomada do consumo e do crescimento econômico ao longo do ano”.

No dia 15 de dezembro, o Congresso Nacional aprovou o Orçamento Geral da União para 2017 estabelecendo o novo salário mínimo no valor R$ 945,80. No anúncio oficial do valor, mais baixo, o governo explicou o motivo da alteração. A justificativa está no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), utilizado para calcular o reajuste do mínimo e que foi menor do que o previsto inicialmente.
“A estimativa para o INPC em 2016 é de 6,74% calculada pelo Ministério da Fazenda, menor do que a previsão de 7,5% realizada em outubro quando do envio da Lei Orçamentária Anual de 2017 […]. No acumulado do ano, até novembro, o INPC está em 6,43%. Em virtude da inflação menor em 2016, o reajuste será menor do que o previsto na LOA [Lei Orçamentária Anual]. Trata-se, portanto, de aplicação estrita da legislação”.
Um Recurso Eleitoral procedente da cidade de Afonso Bezerra, região Central do estado, sede da 54ª Zona Eleitoral, e outro oriundo do município de São Rafael, sob jurisdição da 27ª Zona Eleitoral, localizada em Jucurutu, constroem a Pauta de Julgamento nº 15/2017, na sessão plenária desta quinta-feira (16) no âmbito do Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE/RN), na capital do estado, a partir de 14h. A citada pauta é antecipada por meio do endereço eletrônico da instituição na internet. Veja abaixo: 16/02/2017 - Pauta de Julgamento Pauta de Julgamento Nº. 15/2017 Elaborada nos termos do Regimento Interno, para julgamento em 16/02/2017, ou nas sessões subsequentes, dos processos abaixo relacionados, assim como dos adiados ou constantes de pautas já publicadas:

1 - RECURSO ELEITORAL Nº 64-22.2016.6.20.0054 ORIGEM: AFONSO BEZERRA-RN (54ª ZONA ELEITORAL - AFONSO BEZERRA) RELATOR: JUIZ ALMIRO LEMOS ASSUNTO: RECURSO ELEITORAL - DIREITO ELEITORAL - Alistamento Eleitoral - Alistamento Eleitoral - Domicílio Eleitoral RECORRENTE(S) :
PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO - PMDB, POR MEIO DO ORGÃO MUNICIPAL (AFONSO BEZERRA/RN)
ADVOGADA : POLYANA DACILA DA PAZ CRUZ RECORRIDO(S) :
MARCOS ANTÔNIO DA COSTA FILHO ADVOGADO:
SEM ADVOGADO 

Esclarecendo o episodio da falta do pagamento dos servidores do município de Carnaubais o nobre Blogueiro Aluzio Lacerda postou os extratos da conta dos servidores na caixa e ajudou a esclarecer que no dia 02/02/2017 foi transferido para pagamento dos servidores 577.000 mil. A gestão anterior deixou 282.000 mil no dia 02/01/2017, e no dia 03/02/2017 na conta aplicação tem 862.000 mil.

Essa publicação serviu para tira a duvida da população que a gestão anterior deixou um saldo na conta e que ate a data do dia 03/02/2017 o valor encontra-se na caixa e já rendeu de juros mais de 2000. Da mesma forma que aconteceu com a gestão anterior o sistema eletrônico não funcionou e a remessa não foi processada.

A explicação é de Gilmário Cavalcante: 
O prefeito municipal de Guamaré, Hélio Willamy de Miranda, através das portarias Nº  050/2017, 058/2017, 056/2017 e 071/2017publicada nesta segunda-feira (16), no Diário Oficial do Município,  no uso de suas atribuições legais e da competência que lhe foi conferida pelo Art. 45 da Lei Orgânica do Município.

Nomeou Hermann Marinho Paiva (no cargo de procurador geral do município); Maria Antônia Pinheiro de Moura Souza (no cargo interinamente de secretária municipal de finanças); Joelma Guimarães Miranda Silva (no cargo de controladora geral) e Larissa Mayara Pereira da Silva (no cargo de secretária municipal de esportes e laser). 

Na ansiedade de decretar, prefeito Túlio Lemos e equipe não fazem o dever de casa e exonera em seis dias os mesmos funcionários que admitiu em 02 a 06 de janeiro de 2017. O Decreto 2.294/2017, de 11/01/2017, exonera todos os cargos comissionados da Prefeitura, mas o prefeito tinha nomeado os secretários entre os dias 02 e 06/01/2017. Agora demitiu todo mundo, em apenas 6 dias. Essa Foi a admissão e demissão mais rápida que já vimos na história política administrativa de Macau.

decreto

Resultado de imagem
Oscar Paulino tenta retornar à Presidência da Câmara Com 593 votos, o vereador Oscar Paulino (PMDB) foi reeleito e chegou ao seu 7º mandado com um percentual de 3,32% do eleitorado salineiro, sendo o mais experiente entre os eleitos no pleito de outubro, o que lhe deixa em uma situação favorável para tentar o retorno à Presidência da Câmara a partir de janeiro de 2017.

Paulino foi Reeleito pela situação, e é oposição ao gestor eleito, e deverá encontrar resistência por parte dos aliados ao novo governo que se inicia em janeiro de 2017.
Marcos Cabral busca viabilizar seu nome para presidir a “casa do povo”
Marcos articula nos bastidores para assumir a Presidência em janeiro Oscar busca apoios para chegar novamente à Presidência da Câmara, Eleito vereador pelo Solidariedade (SD) no último dia 02 de outubro com 468 votos, equivalente a 2,62% do eleitorado, Marcos Cabral articula nos bastidores sua indicação para assumir a cadeira maior do palácio Afonso Solino, sede do Poder Legislativo salineiro a partir de 1º de janeiro, quando tomará posse do primeiro mandado de vereador em Macau.

Com cautela, o futuro edil tem conversado com os demais futuros companheiros, e tem mostrado jogo de cintura nas articulações, e cuidadoso em não alardear apoios ao seu nome. A eleição da mesa diretoria para o biênio 2017/2018 acontece logo após a posse dos novos vereadores.
Com o pensamento no futuro, Jariton Medeiros, "Pintinho" articula apoio para assumir a Presidência no segundo biênio do Legislativo, bem lá pra frente, o vereador eleito com 444 votos, (do PC do B), já bastante conhecedor da Lei orgânica do município e do regimento interno da Câmara Municipal de Macau, articula nos bastidores o apoio para assumir a Presidência da “casa do povo” apenas no 2º biênio, de 2019 a 2020.

Pintinho com visão “pra frente” busca apoio para assumir à Presidência da Câmara só em 2019. Ele permaneceu na oposição nos últimos governos, e combateu de frente as irregularidades administrativas, pautado sempre com provas documentais.
http://wallacyatlas.com/
Menos da metade dos municípios e 17 estados, além do Distrito Federal, declararam conseguir pagar em 2016 ao menos o mínimo estabelecido em lei aos professores de escolas públicas da educação básica de suas respectivas redes de ensino. Os dados são de um levantamento feito pelo Ministério da Educação (MEC).

Em 2017, todos os entes terão que arcar com um valor ainda maior. O novo piso foi anunciado hoje (12) e o salário dos professores passa a ter que ser de pelo menos R$ 2.298,80 para uma jornada de 40 horas semanais, o que representa um reajuste de 7,64% em relação aos R$ 2.135,64 do ano passado. O levantamento foi feito em novembro com base na declaração dos estados e municípios. Acre, Alagoas, Amapá, Distrito Federal, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins declararam cumprir o piso salarial dos professores, determinado em lei desde 2008. Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul e São Paulo não prestaram informações.

Já entre os municípios, 2.533, o equivalente a 44,9%, declararam cumprir o valor do piso. "Temos que enfrentar um problema concreto, precisamos melhorar o salário dos professores, valorizar os professores e, ao mesmo tempo, não há recursos suficientes para dar um reajuste acima da inflação. O reajuste agora é acima da inflação, cumprindo a lei, mas sabemos e entendemos as dificuldades dos estados e municípios", diz a secretária-executiva da pasta, Maria Helena Guimarães de Castro.

O piso salarial dos docentes é reajustado anualmente, seguindo as regras da Lei 11.738/2008, a chamada Lei do Piso, que define o mínimo a ser pago a profissionais em início de carreira, com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais. O valor para 2017 representa um aumento real, acima da inflação de 2016, que fechou em 6,29%. O reajuste começa a valer a partir deste mês. Não há uma penalidade específica para o não cumprimento da Lei do Piso. Cabe aos Ministérios Públicos Estaduais, poderes legislativos locais e Tribunais de Contas Estaduais a fiscalização.

O descumprimento pode resultar em um Termo de Ajuste de Conduta. Todo os anos, prefeituras e governos estaduais apontam dificuldades no cumprimento do piso. Este ano, com a queda na arrecadação, a situação se intensificou. Tanto estados quanto municípios apontam para a necessidade da regulamentação da Lei do Piso e da mudança na fórmula usada para calcular os reajustes.
A lei vincula o aumento à variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Uma das soluções seria regulamentar os repasses feitos pela União que, pela lei, deveria complementar o piso em locais onde não há caixa para cumprir o pagamento mínimo.

"O complemento do piso nunca foi regulamentado, nenhum estado e nenhum município recebe recursos para complemento do piso salarial, para ajudar a garantir o piso", diz o presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), Fred Amâncio. O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que não há previsão de repasses extras aos entes, mas que a questão poderá ser discutida no Congresso Nacional. Neste ano, o governo federal fez alterações nos repasses do Fundeb, que é composto pela arrecadação dos estados e municípios e mais uma complementação da União. Até o ano passado, o repasse da União era feito em 14 parcelas que se estendiam até o ano seguinte.

A partir de 2017, os repasses do complemento da União, destinado aos estados com mais dificuldades em garantir o investimento mínimo aos estudantes, serão feitos em 12 parcelas. Segundo Mendonça Filho essa medida irá ajudar no cumprimento do piso salarial. Amâncio, no entanto, diz que ainda são necessários mais recursos. Uma vez que se tratam de recursos que os estados já receberiam, o presidente do Consed diz que a mudança "ajuda do ponto de vista de fluxo de caixa, mas não muda nada do ponto de vista da realidade do pagamento de salários".

O presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima, também defende que é preciso rever a fórmula de cálculo do reajuste, que hoje "leva o gestor a uma situação que impossibilita fazer o pagamento", uma vez que cresce acima do aumento dos repasses do Fundeb, principal fonte para o pagamento dos salários. Valorização dos professores Para a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), as regras atuais devem ser mantidas e a educação deve ser priorizada. “Precisa de muita determinação e muito compromisso com a educação por parte dos gestores públicos para entender que não vai ter educação de qualidade se não tiver professores e funcionários trabalhando com um salário decente.

O reajuste deve ocorrer mesmo com toda a crise que possa estar acontecendo”, defende o presidente da confederação, Roberto Franklin de Leão. Em 2009, quando a Lei do Piso entrou em vigor, o pagamento mínimo para professores passou de R$ 950 para R$ 1.024,67, em 2010, e chegou a R$ 1.187,14 em 2011. No ano seguinte, o piso passou a ser R$ 1.451. Em 2013, subiu para R$ 1.567 e, em 2014, foi reajustado para R$ 1.697. Em 2015, o valor era R$ R$ 1.917,78. Na série histórica, o maior reajuste do piso foi registrado em 2012, com 22,22%.
No ano passado, o reajuste foi de 11,36%. Apesar do crescimento, atualmente os professores recebem o equivalente a 54,5% do salário das demais carreiras com escolaridade equivalente. A melhoria da remuneração dos professores faz parte do Plano Nacional de Educação (PNE), lei que prevê metas até 2024. Até 2020, os docentes terão que ter rendimento equiparado ao dos demais profissionais com escolaridade equivalente. O Fórum Permanente para
Acompanhamento da Atualização Progressiva do Valor do Piso Salarial Nacional, criado em 2015 com o objetivo de discutir formas mais sustentáveis de pagar os professores, reuniu-se hoje (12) pela primeira vez em 2017. O grupo, que conta com representantes do MEC, estados, municípios e trabalhadores, deverá, ao longo do ano, discutir mudanças para garantir os pagamentos.
Agricultores familiares do Rio Grande do Norte  conheceram de perto o Plano Safra 2017/2020 nesta sexta-feira, (22). O evento aconteceu no auditório da Emater-RN, no Centro Administrativo, às 9:00h.

O Plano possui dez eixos de atuação e, além do crédito, outras ações são necessárias, como por exemplo a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). Somente nesse eixo, o último Plano Safra (2016/2017) beneficiou 600 mil agricultores e assentados da reforma agrária no país.

Já o Garantia Safra favoreceu um milhão e trezentos e cinquenta mil famílias agricultoras de baixa renda. Em julho, o Banco do Brasil anunciou a oferta de R$ 103 bilhões em créditos para a nova safra (2017/2018) aos grandes, médios e pequenos produtores.

O Plano Safra é um conjunto de ações para o fortalecimento da agricultura familiar e um dos objetivos é manter as taxas de juros mais baixas do mercado para esse público. Lançado nacionalmente em maio deste ano, o Plano foi anunciado com um total de R$ 30 bilhões em crédito. Desde então, as Delegacias Federais do Desenvolvimento Agrário (DFDAs) estão apresentando a política em diferentes estados da federação.
As condutas violentas letais intencionais, genericamente ditas como homicídios, são os principais indicadores utilizados para aferir a violência, e como tal, mensuram também se as estratégias de segurança, sejam elas políticas públicas de segurança ou políticas de segurança pública, tem surtido resultado e atingido o êxito para o qual foram criadas. 

Desde 2016 que o RN vem apresentado crescimento contínuo e significativo em sua dinâmica de CVLIs, e neste oitavo mês marcou mais um índice notório: 1.647 vidas perdidas no transcurso de 243 dias de 2017, e sem mostras de redução, segundo o OBVIO Observatório da Violência do Rio Grande do Norte, Grupo de Pesquisa da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

Agosto não só marcou o período anual de 2017 como também foi o mês mais violento da história do Rio Grande do Norte, foram 226 mortes, marcando também a gestão executiva estadual como o mês mais violento da atual administração.
Agencia Nacional de Petróleo liberou os creditou relativo aos Royalties para os municípios produtores de petróleo, receita esta referente ao mês de Abril/2017, onde apresentou uma variação nos valores a menor em relação ao mês de Março de 2017. O município de Mossoró vem se mantendo na primeira colocação no ranking em arrecadação, deste outubro de 2016, e neste ames de Abril teve um aumento de receita substancial, já o município de Guamaré que já foi campeão do ranking em arrecadação continuou na mesma colocação do ranking com relação ao mês de Março/2017,com um credito de R$ 788.219,87. Confira os vinte primeiros colocados no ranking na ANP;
Reportagem guamarénews
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) assinou na manhã desta sexta-feira, 31, o convênio com os prefeitos das 26 cidades que vão participar da edição 2017 do Programa Trilhas Potiguares. O número é recorde nas mais de duas décadas de Trilhas e mais do que duplica em relação ao ano passado, quando 10 municípios participaram. Agora nos próximos três meses, as equipes que vão atuar nos municípios realizando visitas de demanda e passando por capacitações e treinamentos para atuar nas comunidades. A programação prevê que as intervenções ocorram no mês de agosto.

“Celebramos esse número significativo, maior da nossa história, com a mesma ênfase que afirmamos que o Trilhas é uma das melhores oportunidades de mostrar que nós existimos para a sociedade e para que o conhecimento que geramos não fique apenas em papel”, falou a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, durante a solenidade de assinatura das parcerias.

O coordenador do Trilhas e também pró-reitor adjunto de Extensão, Breno Cabral, ratificou o raciocínio da gestora ao colocar que uma das características principais das ações do projeto é serem construídas baseadas nas demandas do município. Para ele, a quantidade de prefeituras envolvidas neste ano demonstra que a sociedade potiguar também enxerga desta forma. O Trilhas Potiguares consiste em um Programa de Extensão com efetiva interação entre a Universidade e a comunidade de pequenos municípios do Rio Grande do Norte, com até 15 mil habitantes.

O projeto faz parte dos programas estruturantes do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFRN, no que concerne à extensão universitária, e possui especial destaque em virtude do seu histórico de 21 anos de atuação junto às parcelas mais carentes da população do Rio Grande do Norte. Dentre seus objetivos propostos, estão realizar projetos específicos para os municípios atendidos e concretizar a execução de ações que contribuam para o desenvolvimento sustentável das comunidades, com a realização de estudos prévios que identifiquem a realidade social, econômica, cultural e ambiental dos municípios.

As ações, contidas nos diferentes enfoques temáticos, materializam-se através de projetos específicos, de forma que estimulem a organização social e proporcionem educação ambiental, educação em saúde, possibilitem a inovação tecnológica, geração de renda e melhoria da qualidade de vida da população.

As cidades beneficiadas na edição 2017: 

Bento Fernandes,
Caiçara do Norte,
Carnaúba dos Dantas,
Espírito Santo,
Ipueira,
Jaçanã,
Jardim de Angicos,
Jardim do Seridó,
José da Penha,
Lagoa de Pedras,
Lagoa Nova,
Parazinho,
Patu,
Pedra Grande,
Pedro Avelino,
Pedro Velho,
Pureza,
Rio do Fogo,
Santana do Seridó,
São Rafael,
São Tomé,
Serrinha dos Pintos,
Venha Ver,
Vera Cruz,
Viçosa,
Vila Flor.
Quase 500 pessoas já foram assassinadas no Rio Grande do Norte em 2017. A estimativa é do Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO). Segundo balanço da entidade, entre 01 de janeiro e 12 de março deste ano 486 assassinatos foram registrados no estado. O levantamento do Obvio dá conta ainda de que até o final de 2017, 2.200 homicídios sejam notificados no território potiguar.
26022016_FPM2_tp
Já foi creditado nesta sexta-feira, 10 de fevereiro, nas contas das prefeituras brasileiras, o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 1º decêndio do mês de fevereiro de 2017. De acordo com a série histórica do FPM, esse 1º decêndio de fevereiro de 2017, comparado ao mesmo período de 2016, teve um crescimento de 7,68% em termos nominais, ou seja, com os valores comparados sem considerar os efeitos da inflação.

Quando se considera o real valor dos repasses, levando em conta as consequências da inflação, o decêndio apresenta um expressivo crescimento de 2,73%. Tendo em consideração o valor real total repassado aos Municípios em janeiro e fevereiro de 2017, pode-se verificar um crescimento de 4,10% em relação ao mesmo período do ano anterior. Tal crescimento pode sinalizar uma melhora no cenário econômico nacional, mas ainda assim a Confederação Nacional de Municípios (CNM) ressalta a importância de que os gestores tenham pleno controle das finanças para que cumpram suas obrigações orçamentárias em dia.

Oscilação do FPM A principal fonte de renda dos Municípios, o FPM, oscila ao longo do ano, podendo haver mudanças, como com a queda na venda de automóveis que reduz a arrecadação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), assim como o aumento da taxa de desemprego provoca uma queda na arrecadação do Imposto sobre a Renda (IR).

A CNM ressalta que, conforme o esperado, com base em uma análise histórica, o repasse referente ao primeiro decêndio do FPM em fevereiro representa uma entrada elevada de recursos nas contas municipais. No mês de fevereiro, especialmente, registra-se um repasse elevado de recursos, fruto da arrecadação de impostos provenientes das datas comemorativas do final do ano. No entanto, a CNM solicita que os gestores municipais se antecipem e planejem seu orçamento, pois o mês de março costuma registrar queda nos valores repassados.
O prefeito de Guamaré, Hélio Willamy de Miranda,  no uso de suas atribuições legais e da competência que lhe foi conferida pelo Art. 45 da Lei Orgânica do Município, resolve através das portarias Nº 299/2017,  301/2017, 303/2017, publicadas nesta quinta-feira (02), no Diário Oficial do Município, nomeou:

JOSE REGINALDO DE SOUZA, no Cargo de Secretário Municipal de Desenvolvimento Rural;

FRANCISCO CHAGAS DE MIRANDA JUNIOR, no Cargo de Secretário Municipal de Articulação Institucional;

JOELMA GUIMARÃES MIRANDA SILVA, no Cargo de Secretária Municipal de Transportes e Trânsito.

O prefeito municipal de Guamaré, Hélio Willamy de Miranda, no uso de suas atribuições legais através das portarias Nº 243/2017 296/2017 297/2017, publicada nesta segunda-feira (30), no Diário Oficial do Município, nomeou, WILSON SANTOS DA SILVA para o cargo de secretario municipal, lotado na secretaria municipal indústria, comércio e serviços, engenharia e projetos especiais do município. DIEGO MIRANDA FONSECA, para o cargo de secretário municipal de tributação e FRANCISCO DE ASSIS DA FONSECA GOMES para o cargo de secretario municipal, de segurança patrimonial do município.
Quixadá sediará 21º Encontro dos Profetas das Chuva neste sábado (14). Os chamados "profetas da chuva", pessoas que fazem o prognóstico chuvoso com base em elementos da natureza, afirmam que 2017 será o fim do ciclo da seca, que já dura mais de cinco anos no Ceará. Erasmo Barreira, que participou de todas as edições do Encontro Anual dos Profetas da Chuva, em Quixadá, diz estar "bastante empolgado" com a previsão. "Quando for em julho, ninguém mais vai falar em problema d'água no Nordeste", diz.Erasmo, tradicional profeta da chuva, aposta no fim da seca que assola a região Nordeste há cinco anos. 

Para o "profeta", dois fenômenos são indicativos de que vai ocorrer muita chuva no Nordeste em 2017. "Ano passado teve uma coisa que não fazia 10 anos que não acontecia na nossa região, que é o vento do Aracati. É um vento diferente, só passa numa direção e no mesmo horário. Eu anotei. Foi em 1º de julho de 2016 que passou o vento do Aracati. Esse é um dos principais sinais de que vai ter muita chuva, já dizia o meu pai."
Outro indicativo de que o Nordeste terá chuvas acima da média, segundo Erasmo, foi a formação de um halo lunar, conhecido no interior do Ceará como lagoa d'água, que depois tomou a forma de uma corrente de água. "A Lua, na altura do sol de 10 horas formou uma lagoa d'água, a lagoa escorreu e sangrou para o nascente.

É um sinal de que a maioria dos açudes vai sangrar, não posso dizer que todos, mas a maioria vai sangrar", diz. O 21º Encontro dos Profetas da Chuva ocorre neste sábado (14) no campus do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Quixadá, a partir das 9h. No evento estarão 30 profetas da região do Sertão Central. Além de Erasmo, a maioria dos profetas está otimista em relação à quantidade de chuvas no Ceará e no Nordeste, de acordo com idealizador e organizador do evento, Élder dos Santos Cortez.

Previsão científica Em 18 de janeiro, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) deve divulgar o prognóstico de chuva no Ceará com base nos fenômenos meteorológicos. Já o Climatempo afirmou que as condições presentes atualmente no oceano Pacífico equatorial apontam para uma boa estação chuvosa em 2017 no Ceará e no Nordeste, com chuvas na média ou até acima dela.
A previsão é do meteorologista Alexandre Nascimento, do Climatempo, que prevê também chuvas irregulares nos meses de outubro, novembro e dezembro. "Nos próximos meses a expectativa é de que chova bem mais que nos últimos anos”, diz.
Os valores do IPVA 2017 foram divulgados pela Secretaria Estadual de Tributação nessa quinta-feira (29) no Diário Oficial do Rio Grande do Norte. A cobrança do imposto começa em 9 de março, pode ser parcelada em 5 vezes e quem optar pela cota única tem desconto de 5% se pagar dentro do prazo estabelecido. A alíquota é de 3% para automóveis, caminhonetes, micro-ônibus, embarcações recreativas ou esportivas, motocicletas e similares, com potência acima de 200 cilindradas. Veja também aqui a tabela de valores para cada marca e modelo de veículo. A Secretaria de Tributação diz que os modelos que não constam na tabela serão incluídos em 2017.