Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta reflexão. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta reflexão. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Padre diz que é preciso uma profunda reflexão sobre os fatos 
Diante dos últimos acontecimentos que trazem junto um clima de instabilidade política e administrativa para a cidade de Macau, o Blog ouviu agora há pouco o Padre João Batista Filho, administrador Paroquial da cidade, que deu uma declaração exclusiva sobre o momento tenso e de incertezas que vive a política e administração pública da Terra do Sal. Eis a nota: “A sociedade humana não estará bem constituída nem será fecunda a não ser que lhe presida uma autoridade legítima que salvaguarde as instituições e dedique o necessário trabalho e Esforço ao bem comum” (CIC, 1897) Queridos irmãos e irmãs, É preocupante o cenário político de instabilidade vivenciado ao longo dos últimos meses na cidade de Macau. Estamos diante de uma crise institucional! Vamos percebendo, através de todas as situações ocorridas, que em nosso município a política não estar atingindo o seu objetivo, ou seja, servir ao bem comum, mas atendendo apenas às ambições dos que se acham detentores do poder. O ato de confiar a alguns o poder da representatividade, independentemente do cargo exercido, não lhes outorga o direito de fazerem com que o caos seja estabelecido como via de regra e a busca das condições de vida social seja tirada do alicerce fundamental da vida política. Se o mesmo empenho que as autoridades constituídas demonstram exercer sobre os seus interesses pessoais fosse empregado na conquista das necessidades básicas dos cidadãos macaenses (a saber: saúde, educação e segurança), certamente a terra das salinas seria uma cidade melhor. Portanto, façamos uma profunda reflexão sobre tudo o que vem acontecendo conosco nestes dias e peçamos a Deus, por intermédio da Virgem Santíssima, a Imaculada Conceição de Macau, que nos ajude a caminhar com coragem diante dos inúmeros obstáculos que encontramos. Pe. João Batista Nunes Filho – Administrador Paroquial de Macau.
Fonte: Celso Amâncio
REFLEXÃO DO DIA

REFLEXÃO DO DIA



Reflexão do dia!

Busque a felicidade, ainda que passageira, afastando qualquer tipo de sofrimento.


REFLEXÃO DO DIA 

REFLEXÃO DO DIA 

sessão_professores
Em homenagem ao Dia do Professor, comemorado no dia 15 de outubro, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte homenageou nesta sexta-feira (16) a professora e senadora da República Fátima Bezerra (PT) e mais onze educadores. A proposição foi do deputado estadual Souza Neto (PHS) que promoveu uma reflexão sobre a importância da profissão. “Essa é uma oportunidade para reflexão, discussão e brado em defesa da mais importante das profissões, aquela que é a base à formação da própria sociedade. Inspiradora e imprescindível à construção de uma nação forte, próspera e voltada pro bem estar social”, disse Souza. O parlamentar ressaltou a importância do ensino que remete aos primeiros passos, à esperança, mas também às dificuldades e frustrações. Na ocasião, o deputado Souza Neto falou sobre a paralisação, de quase 5 meses, na Universidade do Estado do RN (UERN). “Ratifico meu apoio e oferto minha voz, esforço e mandato, para superação desse impasse. Lembro que tomei a iniciativa de procurar o Ministério Público e trabalhar uma saída legal, legítima e factível, a essa crise. Ao mesmo tempo, destaco o apoio e participação da senadora Fátima Bezerra e outros importantes interlocutores nessa cruzada. Não desisti, não desisto. Espero muito em breve, poder comemorar o entendimento”, destacou o deputado.
REFLEXÃO DO DIA



Nesta terça-feira (05), o prefeito de Guamaré, Hélio Miranda, participou em Brasília a convite do UNICEF do Momento Estratégico de Reflexão. No painel: “A visão das autoridades locais sobre as perspectivas na realidade dos direitos de crianças e adolescentes”. Para falar sobre estes direitos de seu município, avaliado pela entidade, o UNICEF escolheu apenas três prefeitos do Brasil. O prefeito do Pará, o prefeito do Maranhão e o prefeito de Guamaré.

Os três gestores representou os prefeitos do semiárido do Nordeste, sendo que o prefeito Hélio representou a região Nordeste. A contribuição do prefeito foi de suma importância na priorização da gestão das políticas públicas como garantia dos direitos para crianças e adolescentes.

Na sua fala, o prefeito enfatizou que para garantir direitos a gestão, tem que priorizar serviços públicos de qualidade na educação, saúde, assistência social, como também prover cultura lazer e esportes.

Disse ainda que é um conjunto de ações integradas, exemplificando várias ações que vem desenvolvendo em seu governo, destacando a metodologia do selo UNICEF adotada na gestão de Guamaré como prioridade para combater os índices negativos que ainda temos como desafios a enfrentar, e elevar os indicadores para colocar o município no patamar de gestão de qualidade e eficiência das políticas públicas. Concluiu.

Após seu discurso, o prefeito Hélio foi muito aplaudido pelo o público presente, por governar seu município construindo o presente, garantindo um futuro melhor para todas as crianças e adolescentes de Guamaré.

REFLEXÃO PARA TODOS DA BLOGOSFERA GUAMAREENSE
Com respectivamente 154 e 140 cidades em situação de emergência, os estados do Rio Grande do Norte e Ceará, também sofrem sem água. Segundo a meteorologista Morgana Almeida, chefe da previsão do tempo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), esta situação é reflexo de um acúmulo dos impactos causados pelo El Niño.

“Temos que olhar para o retrovisor. O El Niño é um fenômeno que acontece há cinco anos e atingiu seu ápice nos últimos três, o que levou o semiárido nordestino a uma situação de seca excepcional e isto impacta diretamente nos reservatórios que abastecem as cidades da região.” O estado do Ceará, por exemplo, vem enfrentando secas seguidas desde 2011, o que fez com que o volume de água armazenado esteja atualmente em 8,8% dos reservatórios, o menor em mais de vinte anos.

Mesmo com uma das situações mais críticas no Brasil, ainda não houve racionamento de água no consumo da população cearense. De acordo com o diretor de negócios do interior da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Helder Cortez, a companhia e representantes do estado e do governo federal se uniram para elaborar ações que buscassem reverter o problema hídrico em cada um dos municípios.

Como resultado destas ações o estado conseguiu reduzir em média 21% o consumo por ligação na Região Metropolitana de Fortaleza. Para Helder esse resultado foi “fruto de uma campanha de comunicação e sensibilização da sociedade”, mas não garante ainda o reabastecimento dos reservatórios.

“A recarga da região metropolitana de Fortaleza ainda está fraca. Se continuarmos assim deveremos fazer um novo estudo e talvez chegar a um contingenciamento mais severo.” Na Bahia, desde o mês passado, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) determinou o racionamento de água 13 municípios da região Centro Norte do Estado, por causa da falta de chuvas.

De acordo com a Embasa, a Bahia está enfrentando “a pior seca dos últimos 100 anos”. O racionamento atingiu as cidades de Jacobina, Pindobaçu Antonio Gonçalves, Campo Formoso, Serrolândia, Várzea do Poço, Caldeirão Grande, Ponto Novo, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Andorinha e Senhor do Bonfim. Além dos municípios do Centro Norte da Bahia, estão em situação de alerta outros 81 municípios baianos.

Na Paraíba, o número de cidades com problemas de abastecimento de água devido à estiagem aumentou 60% em um ano. Segundo dados da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), a quantidade de cidades em racionamento eram 102 no ano passado e, agora, são 198. Outra região também afetada pelos efeitos do El Niño é o Centro-Oeste.

O Distrito Federal decretou situação de emergência no fim de janeiro, quando sofreu reduções significativas no reservatório da Barragem do Rio Descoberto e atingiu o nível crítico abaixo de 20%. Diferente do estado do Ceará, ainda em janeiro o DF iniciou um calendário de racionamento que inicialmente atingiu 1,8 milhão de pessoas.

Com a estiagem e a diminuição do nível do segundo maior reservatório da região, o de Santa Maria, a região central de Brasília, o Plano Piloto, também foi incluído no racionamento, ficando de fora apenas a Esplanada dos Ministérios e os hospitais públicos.

Não é de hoje que o mundo chama a atenção para a importância da gestão racional da água, o debate é antigo e vem sendo reforçado ao longo da história com marcos como o Dia Mundial da Água, decretado em 1992, pela Organização das Nações Unidas, ou o Ano Internacional de Cooperação pela Água, que em 2013 foi dedicado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura para reflexão sobre o tema. No entanto, mesmo com tantos reforços para lembrar sobre a importância dos recursos hídricos do planeta, as pessoas ainda não aprenderam a gerir de forma adequada a água.

No Brasil, algumas cidades já percebem este impacto em seus cotidianos, a história continuará se repetindo se não houver mais conscientização. Este ano regiões Nordeste e Centro-Oeste são as mais afetadas, mas há um ano São Paulo, por exemplo superou a maior crise hídrica de sua história, que teve início em janeiro de 2014. 
A Câmara Municipal de Vereadores de Guamaré realizou nesta segunda-feira (20), sessão solene que abriu os trabalhos do ano de 2017, com a presença de inúmeras pessoas em sua galeria, além da presença dos vereadores, lideranças politicas e religiosas, sindicalistas, familiares, o presidente da Casa Legislativa, vereador Emilson de Borba Cunha, abriu a sessão muito otimista, agradecendo a presença de todos, e destacando a expectativa para mais um ano legislativo.

O presidente declarou aberto oficialmente os trabalhos da Casa, em seguida, o prefeito Hélio passou a fazer a leitura da tradicional mensagem anual, focando as ações realizadas pelo executivo durante o ano de 2016, e as metas a serem realizadas em 2017.

Veja na integra a mensagem do prefeito Hélio. 
Excelentíssimo Senhor Presidente,
Excelentíssimas Senhoras Vereadoras, 
Excelentíssimos Senhores Vereadores,
Excelentíssima Senhora Vice Prefeita,
Senhores Secretários Municipais,
Caros Servidores Públicos,
Lideranças religiosas e comunitárias do município,
E demais presentes,
Minhas senhoras,
meus senhores,

Abrir os trabalhos nesta Casa no dia de hoje é uma grande honra para mim. Mais uma vez, sinto-me gratificado por ter sido escolhido pelo povo para estar à frente de nossa querida e amada cidade e, ao mesmo tempo, ao lado de cada um dos senhores e senhoras.

Sabemos que a independência e a convivência entre os poderes públicos são alicerces sólidos e indestrutíveis na construção da democracia e na garantia dos interesses populares, acima de quaisquer outros.

Por isso, é preciso que nós, legítimos instrumentos da vontade e do voto popular, possamos incansavelmente buscar o caminho que nos leve ao diálogo, à paz e à união. Pelo bem do progresso de Guamaré. Pelo bem de todos guamareenses.

Tenho a absoluta certeza de que essa relação harmônica e respeitosa é o que queremos ver e prosperar cada vez mais entre esta Casa e o Executivo local.

As diferenças políticas – outrora ecoadas em palanques eleitorais – jamais podem nos desviar de nossa meta maior: fazer de Guamaré a melhor cidade para todos nós e para as futuras gerações.

Minhas senhoras,
meus senhores,
Nos últimos quatro anos, aprendi muito. Hoje, sinto-me mais experiente e preparado para seguir trabalhando pela nossa gente. Tenho humildade para reconhecer que um prefeito jamais será maior do que o município que ele governa. Mas, ao mesmo tempo, reconheço que somos a principal ferramenta capaz de construir os sonhos de uma cidade. Trago em meu coração e em minhas mãos uma lição que eu aprendi vivenciando os capítulos da vida:

É tentando fazer o impossível que se faz o melhor possível. Lutando para fazer o impossível, nós demos o primeiro passo – e decisivo – para o verdadeiro desenvolvimento social e econômico da história de Guamaré.

Este primeiro passo resultou em um grande conjunto de ações e obras, importantes para o nosso Município.

Mas antes de fazer um breve balanço sobre essas realizações aprovadas pela população e apresentar outras novas para os próximos quatro anos, é importante aproveitar este momento de reflexão para lembrar: tudo o que fizemos até aqui, fizemos enfrentando a maior crise econômica, moral e ética da história do Brasil.

Uma crise, como disse, sem precedentes, e, como todos sabem, que afetou, e continua afetando, diretamente as fontes de receita de Guamaré.

Sei que a crise não pode ser desculpa para uma Prefeitura deixar de trabalhar. Mas, também, a crise não pode e nem deve ser menosprezada.

Por isso, admito: chegar até aqui não foi fácil. Mas em meu vocabulário não existem as palavras desistência nem desânimo. Pelo contrário. Existe, sim, uma série de palavras como fé, superação, determinação e trabalho. Muito trabalho.
E trabalho em equipe.

Juntos, graças a Deus e a todos servidores municipais, não nos faltaram vontade e dedicação para alcançar grande parte do que planejamos desde os primeiros dias de nossa gestão.

Com austeridade e transparência, respeitando e zelando sempre o dinheiro público, temos trabalhado com os pés no chão e os olhos no futuro.

Temos a nossa transparência aberta para críticas e elogios, somos fiel a responsabilidade fiscal, nossos bimestres são enviados ao TCE rigorosamente em dia, nossos impostos são adimplidos no seu vencimento, na forma preconizada na lei, tratamos da coisa pública com respeito e dedicação, o nosso governo se reveste da ética e da economicidade, somos humanos no trato pessoal, cuidamos de cada cidadão com respeito e verdade, não identificamos adversários ou críticos, ouvimos as ruas com atenção e respeito, somos fiel a cada palavra dita, não temos medo do julgamento público, pois foi esse julgamento que disse sim para continuarmos!

Os exemplos deste trabalho coletivo podemos ver por todos os lados.
Com os pés no chão, já implantamos três dessalinizadores que transformam água salobra em água boa de beber. Dois deles nos assentamentos de Santa Paz e Santa Maria III. E o terceiro, o maior de todos, na comunidade de Baixa do Meio.

Com os olhos no futuro, já no segundo semestre deste ano, seremos a primeira cidade do Brasil – e da América Latina – a implantar o revolucionário projeto que vai converter a água do mar em água potável. Os investimentos para este projeto chegam a mais de 11 milhões de reais.

E é bom que se diga: tão importante quanto nos tornar referência nacional nesta tecnologia é colocar um ponto final nos constantes problemas de falta d’água para a população.

Com os pés no chão, também já reformamos e ampliamos mais de 50% das escolas do Município, beneficiando quase quatro mil estudantes do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos.

Com os pés no chão, fizemos mais do que investir na infraestrutura de nossa educação: implantamos o Plano Municipal de Educação; distribuímos fardamento e merenda escolar de qualidade a todos os alunos da Rede Municipal; valorizamos os docentes com melhores salários; e criamos projetos para estimular a leitura, a música, o esporte, entre outras atividades pedagógicas. Dentro e fora das salas de aula.

Com os olhos no futuro, vamos avançar com novas melhorias na educação. Em nosso orçamento deste ano, por exemplo, já estão previstos três milhões, duzentos e vinte mil reais para construção, reforma e manutenção de escolas. Mas não vamos parar por aí. Vamos seguir instalando novos telecentros, oferecendo novas oportunidades de conhecimento aos alunos e garantindo condições dignas de trabalho aos professores.

Minhas senhoras, meus senhores,
A experiência como prefeito me ensina diariamente algo muito importante: se você olhar para uma multidão, talvez não consiga ver uma solução única para todos. Mas se olhar nos olhos de cada pessoa, no mínimo, vai se dedicar como nunca para melhorar a vida de cada uma delas.

E, hoje, garanto a vocês: nos dedicamos muito para melhorar a saúde em nosso Município.

Com os pés no chão, em apenas um ano, superamos a marca de mil cirurgias realizadas no Hospital Maternidade Manoel Lucas de Miranda.

Hoje, o nosso orgulho vai muito além do petróleo, do sal e do vento que abençoa esta terra. Hoje, podemos nos orgulhar por saber que o futuro de nossa cidade já nasce no berço deste solo tão amado por todos nós. E isso só foi possível graças à construção do Centro Cirúrgico de Média Complexidade.

Com os pés no chão, fizemos ainda mais na saúde: construímos o Centro de Reabilitação, dois Ambulatórios Médicos Especializados, três Unidades Básicas de Saúde e seis consultórios odontológicos; reformamos a UPA; ampliamos o número de equipes Estratégia Saúde da Família para chegar a 100% do Município; modernizamos o atendimento básico, com a implantação do prontuário eletrônico e a distribuição de tablets aos agentes comunitários; sem falar na distribuição gratuita de mais de 150 tipos de medicamentos, entre tantos outros investimentos que fizemos nesta área.

Com os olhos no futuro, queremos e vamos fazer ainda mais pela saúde dos guamareenses. Vamos seguir trabalhando para que o nosso Hospital Maternidade continue sendo referência – para todo o Rio Grande do Norte – no que diz respeito à qualidade no atendimento às mães e aos filhos. E, acima de tudo, vamos seguir trabalhando para que a nossa gente seja sempre atendida com a dignidade e o respeito que merece ter.

Meus senhores, minhas senhoras,
Ao longo da minha vida pública, aprendi que um verdadeiro governante democrático deve ter ouvidos ativos para escutar a verdade, olhos abertos para ver e repreender o mal feito antes mesmo que ele se realize, mente vigilante para que nada possa por em perigo a liberdade de pensar e de se expressar dos cidadãos e um coração dedicado, dia e noite, a serviço do povo.

Foi pensando assim que o nosso esforço se converteu em trabalho. E o nosso trabalho se transformou em mais resultados.

Sem dúvida, um dos marcos de nossa administração é a construção da Estação de Tratamento de Esgoto, no Conjunto Vila Maria. Uma obra importantíssima para o hoje e o amanhã de Guamaré.

Em parceria com o Governo Federal, mas, principalmente com recursos próprios, estamos construindo mais de 520 unidades habitacionais para beneficiar famílias de Salina da Cruz, Quilombo, Morro do Judas, Lagoa Seca, Baixa do Meio e Centro de Guamaré.
E, nesse ritmo de trabalho, posso afirmar: até 2020, vamos, sim, zerar o déficit habitacional em Guamaré.

Além da pavimentação de ruas e avenidas, conservação de praças e prédios públicos, criação de novos espaços esportivos e conclusão da nossa ciclovia, há outro ponto importante a se destacar neste breve resumo de nossas realizações e projetos para o futuro: os investimentos em segurança.

Enquanto estamos acompanhando atentos pela TV as políticas de segurança de muitos governos sendo colocadas em xeque, em Guamaré, temos uma grande certeza: o crime aqui não tem vez.

E digo exatamente o motivo: temos uma Defesa Civil e uma Guarda Municipal atuantes e corajosas, que, em parceria com as Polícias Militar e Civil, garantem a segurança e a tranquilidade das famílias guamareenses. Assim como, na Prevenção e conscientização infantil, apoiamos o Projeto da Guarda Mirim, que tem garantido o estímulo das noções de cidadania e conscientização preventiva a segurança desde a Pequena Infância, o que certamente contribuirá para o desenvolvimento de nossa cidade.

Mas nunca podemos nos contentar com o que já alcançamos. Por isso, a partir deste ano, vamos dar um passo adiante na prevenção e combate ao crime: vamos implantar o vídeo-monitoramento com 30 câmeras nas vias públicas aqui da cidade e nos distritos de Salina da Cruz, Baixa do Meio e Lagoa Seca.

Ainda sobre segurança, informo que, em nosso orçamento deste ano, também já reservamos dois milhões de reais para a instalação e manutenção da iluminação pública.

Outro ponto que vale destaque aqui é o esporte. O esporte é um grande aliado para enfrentar os riscos das ruas. É a porta de entrada para formar mais do que atletas. Para formar cidadãos. Desta forma, não medimos esforços para investir também nessa área, implantando duas academias gratuitas, com estrutura e pessoal treinado, além da criação de projetos vitoriosos como o Formando Campeões, Projeto Gol de Letra, Projeto Bem-estar, entre outros.

Minhas senhoras, meus senhores,
Sabemos que a riqueza de nosso Município não pode ser reconhecida unicamente pelo o que jorra nestas terras nem pelo o que o vento nos traz de bom. Mas, sim, deve ser sempre lembrada pelo talento de nosso povo e pelas nossas belezas naturais.

Por isso, ano após ano, temos incentivado a produção cultural em Guamaré: valorizando e aprimorando as Quadrilhas Juninas e apoiando as festas populares de nosso calendário de eventos.

Assim como na cultura, o turismo vem recebendo atenção especial em nossa gestão. Seja com obras estruturantes, como a construção do Complexo Turístico Canto do Amaro e a construção da Orla do Vila Maria; seja com o estímulo à divulgação da nossa cidade como destino turístico para o Estado, para o Brasil e para o mundo.

Aliás, este ponto é tão importante para movimentar a nossa economia nos próximos quatro anos, que, já em março, Guamaré estará presente em duas das maiores feiras mundiais de operadoras de turismo: a AVIESP, em São Paulo, e a BTL, em Lisboa.

Porque não custa lembrar: estimular o turismo é gerar mais emprego e renda para a nossa gente.

E falando em gente, não podemos deixar de citar importantes avanços sociais conquistados nos últimos anos por Guamaré.

De todas as cidades do Nordeste, já somos a que mais investe em assistência social: 8% do orçamento municipal é destinado a programas que têm o objetivo de atender, especialmente, crianças, adolescentes, mulheres e idosos. Resultado: estamos reduzindo – dia após dia – a pobreza em nosso Município e valorizando cada vez mais a vida de nossa gente.

O nosso restaurante popular está passando por reformas para oferecer ainda mais conforto e refeição digna a dezenas de pessoas. O Programa Renda Cidadã – que beneficia milhares de famílias abaixo da linha da pobreza – vai continuar firme e forte, sendo pago sempre em dia, assim como foi nos últimos quatro anos.

Os Centros de Assistência Social, os Núcleos de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, o Núcleo de Capacitação, Renda e Cidadania e a Unidade de Acolhimento Institucional são mais alguns exemplos concretos do quanto vale a pena trabalhar pelas pessoas que mais precisam da ajuda da Prefeitura.

O reconhecimento de todo este trabalho que estamos desenvolvendo em nosso Município muitas vezes vem através de um sorriso ou de um abraço de um pescador ou de uma dona de casa. Mas, também, vem por meio de importantes certificações internacionais.

Hoje, Guamaré pode se orgulhar, e muito, em ter conquistado o Selo Unicef – Município Aprovado. Uma conquista que só reforça o que a grande maioria da população já sabe a respeito de nossa gestão: nós estamos no caminho certo.

Não tenham dúvidas: o futuro de Guamaré já começou. Agora, em 2017, vamos investir mais três milhões de reais em pavimentação, recapeamento, asfalto e calçamento. O Projeto Orla, em Canto Amaro, como disse anteriormente, vai virar realidade com investimentos que chegam à ordem de um milhão de reais. E reforço: neste novo ano, acima de tudo, vamos priorizar a geração de empregos. Para isso, vamos investir no turismo e fazer novas parcerias com a iniciativa privada. 

Minhas senhoras, meus senhores,
Antes de finalizar a minha mensagem anual nesta respeitosa Casa, gostaria de dedicar algumas palavras de gratidão. Primeiramente, agradecendo ao nosso Senhor Jesus Cristo, digno de toda honra e glória. Porque em meio a caminhada, fui surpreendido por uma grande tempestade. Quando o vento tentou me levar, a angústia me feriu, e a dor mais forte do que eu quis calar a minha voz. Foi Ele que me sustentou com sua mão, e me fez ousar com a minha fé, deixando a certeza em meu coração, que eu não estava lutando só, e então me tornou, mais uma vez, um CAMPEÃO VENCEDOR. Obrigado Deus!

Agradeço a todos os eleitores que acreditaram, votaram, oraram e continuam orando, por almejar uma cidade cada dia mais próspera.

A professora Iracema, minha amiga e companheira de chapa, aos servidores públicos do Município, que, mesmo diante das dificuldades, não negam esforços para fazer o seu melhor em prol do desenvolvimento de nossa cidade e da melhoria da qualidade de vida de nosso povo. E agradeço, especialmente, à minha família: meus pais, Mundinho e Maria Neves, meus irmãos e irmãs. Minha esposa Christianny e minhas filhas Roberta Luiza e Esthér. Sem eles, a minha luta seria ainda mais difícil. E as minhas desilusões e as minhas glórias – ao longo de toda esta trilha – seriam solitárias.

Estejam certos, minhas senhoras, meus senhores: ninguém é perfeito. Por isso, queremos ser hoje melhores do que fomos ontem e, amanhã, melhores do que somos hoje. Nunca estaremos plenamente satisfeitos com o que já alcançamos. E este é o principal combustível que precisamos para seguir adiante e realizar os nossos sonhos.

É hora de olharmos para o futuro com sabedoria. E o primeiro degrau para se chegar à sabedoria é a humildade.

Por isso, e por fim, humildemente, conto com cada um dos senhores e senhoras nesta nova luta.

Vamos ao trabalho!
Vamos ao trabalho com união, paz e progresso!
Vamos seguir fazendo de Guamaré uma cidade cada vez mais justa e próspera!
Uma cidade cada vez melhor!
Muito obrigado.

Prefeito Hélio Willamy de Miranda Fonseca
POR-GUAMARÉEMDIA